top of page
PeFrancoa(1).png

Homilia Domingo(01/10/23) - 26º Semana do Tempo Comum - A - Homilias diárias. F

Domingo 26º do Tempo Comum - 01/10/2023

Ez 18,25-28; Sl 24; Fl 2,1-11; Mt 21,28-32


Um parecer de Deus


Jesus, antes de contar a parábola, faz uma pergunta simples: “Que vos parece?” (Mt 21,28). Como eu aprendi que tudo na Escritura tem importância por ser inspirado por Deus, a pergunta inicial de Jesus também tem sua importância, pois afina o sentido moral na nossa consciência. A ética cristã não pode ser, e de fato não é, um conjunto de normas rígidas que não levam em conta a situação das pessoas. Por outro lado, a moral cristã tampouco se parece a uma moral de situação, que não leva em conta os mandamentos de Deus. Portanto, não defendemos uma objetividade sem coração nem uma subjetividade sem mandamentos.


É importante que consideremos a nossa vida na presença de Deus, isto é, que levemos as situações concretas ao Senhor na oração, tendo sempre em conta sua Lei. A reflexão gera prudência na vida e a prudência é a rainha de todas as virtudes, pois uma pessoa que tenha uma reta maneira de pensar sobre a realização das suas ações, está bem próxima de chegar à perfeição. Meu conselho bem prático é aquele de que todas as manhãs você faça uns 15 minutinhos de oração mental, também chamada de meditação ou “lectio divina”.


Como fazer esta oração de meditação? É bem simples: coloque-se na presença de Deus através de alguma oração, a que você preferir; depois, abra o Evangelho ou algum outro texto do Novo Testamento e leia procurando entender; num terceiro momento, leia de novo prestando atenção naquelas palavras, expressões e frases que mais o impactaram; o quarto passo desta oração é deixar que essas palavras firam o seu coração e que você vá conversando com Jesus sobre o porquê essas frases impregnam tanto a sua mente e o seu coração; quase pela metade da sua oração mental, procure conectar a sua vida com essas frases, perguntando-se o que tem a ver com este ou aquele momento pelo qual você está passando; finalmente, agradeça, faça algum propósito para levar à prática no dia de hoje, adore a Deus e peça ajuda para cumprir o seu bom propósito. Para consumar o final da sua oração mental, reze alguma oração, por exemplo um Pai-Nosso e uma Ave-Maria. Pronto! No fundo, Jesus perguntou a você “O que vos parece?” sobre determinada coisa da sua vida, mas você também perguntou o parecer de Jesus, o qual é muito mais importante para a sua salvação eterna.


Pe. Françoá Costa

Instagram: @padrefcosta

0 visualização0 comentário

Comments


Home

bottom of page