top of page
PeFrancoa(1).png

Homilia Domingo(22/10/23) - 29º Semana do Tempo Comum - A - Homilias diárias. F

Domingo 29º do Tempo Comum - 22/10/2023

Is 45,1.4-6; Sl 95/96; 1 Ts 1,1-5; Mt 22,15-21


Deus conta conosco


Quando alguém chega perto de você já com elogios, suponho que você já fica antenado para o que virá: “Mestre, sabemos que és verdadeiro e que, de fato, ensinas o caminho de Deus. Não dás preferência a ninguém, pois não consideras um homem pelas aparências” (Mt 22,16). Tudo isso que foi dito pelos fariseu é verdadeiro, mas, como anota o Evangelista, eles queriam apanhar Jesus por alguma palavra (Mt 22,15). Capciosos, hipócritas, maldosos! Jesus não tem medo de os qualificar, mesmo depois de ter sido elogiado por eles. Nós, ao contrário, facilmente nos deixamos levar pelo elogio, pior ainda, muitas vezes nós o buscamos.


A nossa soberba não está apenas na raiz dos dos nossos pecados, mas dá a impressão que nós, de maneira nada inteligente, buscamos atolar-nos no orgulho através da busca insana de elogios, que nos levam ao sepulcro da piedade. Jesus, ao contrário, os desmascara porque está livre de respeitos humanos, seu amor à verdade o faz idêntico a si mesmo.


Não nos esqueçamos de que Deus, se quiser, pode usar qualquer pessoa para fazer o bem, para que o mundo conheça o seu Jesus Cristo. Um exemplo disso é aquilo que nos é narrado hoje no texto do profeta Isaías: Ciro, um pagão, do qual o Senhor afirma: “Assim diz o Senhor ao seu ungido, a Ciro, que tomei pela destra, a fim de subjugar a ele as nações e desarmar reis, a fim de abrir portas diante dele” (Is 45,1). Ciro era o rei dos Persas, os quais dominaram também o povo de Israel. No texto de Isaías, lemos que Ciro era instrumento de Deus e que estava ao seu lado.


Aprendamos: nós, os cristãos, somos um Povo para o Senhor, mas, se não estivermos à altura, acaso o Senhor deixará de realizar os seus planos? Eis uma pergunta que parece ser respondida pela Escritura, pois fica bem claro que o Povo Judeu é o eleito, e, contudo, Ciro e os Persas não são desprezados. Se os cristãos católicos não quiserem realizar em suas vidas e no mundo o Evangelho em toda a sua santa integridade, Deus suscitará na Igreja e fora dela um grupo de pessoas para levar adiante a Igreja dele, a Católica de sempre, e realizará os seus planos. Ainda que a maioria dos fariseus e dos líderes da Igreja queriam um Evangelho mais moderninho e aguado, o Senhor continuará a agir com braço forte para dobrar as nações ao seu Império! Ele vencerá!


Pe. Françoá Costa

Instagram: @padrefcosta

1 visualização0 comentário

Comments


Home

bottom of page