top of page
PeFrancoa(1).png

Homilia Sábado(12/08/23) - 19º Semana do Tempo Comum - A - Homilias diárias. F

Sábado,12/08/2023 - Mt 17,14-20


Insensatez dos que não acreditam


Pobre rapaz: “é lunático e sofre muito com isso” (Mt 17,15), vive no mundo da lua, é excêntrico. Aos pés de Jesus, ele volta ao normal. No caso deste moço do Evangelho, realmente ele tinha um problema espiritual e físico demasiado sério. Contudo, não deixa de ser menos sério a falta de bom senso que as pessoas estão padecendo nos tempos atuais, muitos perdem a cabeça por causa de suas loucuras, seus vícios, seus pecados. Deus nos livre da insensatez, da maluquice espiritual, do devaneio. A Sagrada Escritura chega a chamar os ateus de insensatos: “Diz o insensato no seu coração: Deus não existe! São falsos, corrompidos, abomináveis; ninguém age bem” (Sl 52/53,2).


Ainda que sejamos compreensivos com aqueles que nunca creram, que são ateus, não podemos deixar de sentir um grande pesar por essas pessoas e pedir para elas o dom da fé. Desta feita, além de agradáveis a Deus, serão mais sensatos na vida. Em 1942 fundou-se, na Inglaterra, o Clube Socrático da Universidade de Oxford. Lewis, famoso literato, era o presidente do Clube. Em determinado momento um conferencista relativista terminava a sua intervenção afirmando: “O mundo não existe, Inglaterra não existe, Oxford não existe e estou seguro de que eu não existo!” Lewis, que era um mestre em respostas rápidas, disse-lhe: “E como vou dirigir-me a um homem que não está aqui?” De fato, não havia como continuar qualquer diálogo, nem que fosse para refutá-lo ou para ser refutado por ele. Negar o básico é andar pelo caminho da loucura. Penso que a nossa sociedade, visto o crescimento do ateismo, caminha para uma grande burrice e suicídio espiritual, quando não inclusive a autodestruição física.


Pe. Françoá Costa

Instagram: @padrefcosta

1 visualização0 comentário

Comments


Home

bottom of page