top of page
PeFrancoa(1).png

Homilia Sábado(26/08/23) - 20º Semana do Tempo Comum - A - Homilias diárias. F

Sexta-feira da 20ª semana do Tempo Comum, 25/08/2023 - Mt 22,34-40


Como chamar este padre?


Nos tempos de Jesus, escribas e fariseus tinham função de direção, de magistério, entre o Povo de Israel, eram homens com máscara de piedade. É o próprio Jesus quem os denuncia, quando diz: “fazei e observai tudo quanto vos disserem. Mas não imiteis suas ações, pois dizem mas não fazem” (Mt 23,3). Pelo menos eles diziam o correto, os tempos modernos se caracterizam por algo novo: os fariseus e escribas da Igreja já ousam dizer também aquilo que não se deveria fazer.


É ou não é um absurdo ouvir da boca de padres e bispos doutrinas contrárias às da Igreja Católica? É ou não escandaloso ouvir dos lábios dos sacerdotes do Senhor a anti-doutrina? É ou não pedra de tropeço escutar uma coisa no campo da moral de um sacerdote e outra de outro ministro do Senhor? Nos tempos de Jesus, pelo menos falavam o certo a tal ponto de que eles as demais pessoas podiam seguir seus ensinamentos. O absurdo atual chegou ao ponto de que não se sabe mais sobre o certo e não há quem o ensine. Atualmente, quando um sacerdote simples dedica-se a pregar a Palavra de Deus, a celebrar os sacramentos e a governar o Povo de Deus com a força da pregação e dos sacramentos, logo este sacerdote se destaca. É por que ele é muito bom? Não necessariamente, mas porque “em terra de cegos, quem tem olho é rei”. Rezem pelos seus sacerdotes para que tenham olhos e que eles funcionem. Se algum desses padres por aí pelo menos conseguisse ensinar o que não vivem, seria fariseus e escribas; mas uma vez que não ensinam nem aquilo que os outros deveriam viver, já não sei que palavra utilizar para qualificá-los.


Pe. Françoá Costa

Instagram: @padrefcosta

7 visualizações0 comentário

Comments


Home

bottom of page