top of page
PeFrancoa(1).png

Homilia Segunda(03/07/23) - 13º do Tempo Comum - A - Homilias diárias. F

Segunda, 03/07/2023 - Jo 20,24-29

Racionalistas crêem?(São Tomé, Apóstolo)


São Tomé é meu amigo, pois, assim como ele, eu também teria dito algo semelhante: “Se eu não vir em suas mãos o lugar dos cravos e se não puser meu dedo no lugar dos cravos e minha mão no seu lado, não crerei” (Jo 20,25). Ele é o típico racionalista entre os apóstolos do Senhor; também eu sinto-me assim, pois minha tendência é crer nas realidades que se me apresentam como seguras. Certamente, a fé oferece segurança. Por isso, acredito em tudo o que ensina a Santa Mãe Igreja nos seus dogmas e doutrinas definitivas; creio também naquelas verdades que são de doutrina comum de toda a Igreja, fundamentadas na Tradição. Tenho grande dificuldade em acreditar em qualquer aparição, qualquer devoção e, igualmente, sinto Jesus dizendo no fundo da minha alma: “Não sejas incrédulo, mas crê!” (Jo 20,27).


Ao mesmo tempo, sei que Jesus gostava muito de São Tomé, também desse seu jeito meio científico de proceder. Em latim, Tomé é Tomás. Um dos maiores teólogos da Igreja Católica, o mais santo entre os sábios e o mais sábio entre os santos, levava o nome deste santo apóstolo, Santo Tomás de Aquino. O meu outro amigo, Santo Tomás, é modelo de quem crê em tudo o que a Igreja crê, mas não deixa de submeter todas as coisas a um exame racional. Tenho muita simpatia por esta maneira de crer, que é muito católica, precisamente porque me afasta das crendices e superstições, das visionárias e dos malucos, dos fanáticos e dos impostores. Pessoas como São Tomé e Santo Tomás fazem os mais belos atos de fé verdadeira: “Meu Senhor e meu Deus!” (Jo 20,28). Também eu, procurando crer no que se deve crer de verdade, espero guardar sempre a Fé Católica e um dia poder dizer diante do meu Jesus: Meu Senhor e meu Deus!


Instagram: @padrefcosta

1 visualização0 comentário

Comentários


Home

bottom of page