top of page
PeFrancoa(1).png

Homilia Sexta(22/12/23) - 3º Semana do Advento - B - Homilias diárias. F

Sexta-feira da 3ª semana do Advento, 22/12/2022 - Lc 1,46-56


Humildade e grandeza


Todas as tarde a Igreja Católica, através de vários de seus fiéis, reza este cântico maravilhoso: “Minha alma engradece o Senhor, e meu espírito exulta em Deus, meu Salvador…” (Lc 1,46-55). Esta bela composição mariana é conhecida como “magnificat” por causa das primeira palavras latinas do cântico: “Magnificat anima mea Dominum…”. Trata-se de um texto riquíssimo e que mostra como Nossa Senhora meditava profundamente nas Escrituras de Israel, pois a composição parece uma bela colcha de retalhos, pois cita o livro de Samuel, de Isaías, de Jó, os Salmos etc.


De todos os versículos do Magnificat, aquele que mais me impressiona é este: “porque olhou para a humildade de sua serva, doravante todas as gerações me chamarão de bem-aventurada” (Lc 1,48). Se essas palavras não fossem ditas pela mulher mais humilde do Universo, eu diria que seria a música do orgulho. Contudo, nos lábios de Nossa Senhora, elas são o reflexo de quem anda na verdade: não pode negar as maravilhas de Deus nela mesma, confessando o poder de Deus que a faz humilde, não a sua humildade em si mesma: “minha alma engradece o Senhor (...), pois o Todo-poderoso fez em mim maravilhas” (Lc 1,46.49). Imitemo-la: andemos na verdade, não neguemos as maravilhas de Deus e, ao mesmo tempo, estejamos sempre no nosso lugar. Quem é humilde se enxerga; quem não, é míope ou, quiçá, inclusive cego. Reconheçamos a nossa pequenez para que entremos no caminho da verdade, vejamos as maravilhas de Deus em nós para exaltá-lo, tenhamos por certo que precisamos da ajuda divina para progredir.


Pe. Françoá Costa

Instagram: @padrefcosta

10 visualizações0 comentário

Comments


Home

bottom of page