top of page
PeFrancoa(1).png

Homilia Terça(24/01/23) - II Semana Tempo Comum | Ano A

Terça-feira, 24/01/2023 - Mc 3,31-35


Caridade fraterna fortíssima


Está claro que quem fizer a vontade de Deus é mãe e irmão de Jesus Cristo (Mc 3,35). Certamente, nada disso nos permite colocar em dúvida de Jesus ter uma mãe biológica, já que ele nasceu de Santa Maria (Gl 4,4), e ter muitos parentes, sejam por parte de mãe seja por parte de pai. A mentalidade dos povos semitas estava acostumada a chamar todo este povo de “irmãos”; na verdade, até hoje encontramos, inclusive entre nós, o costume de nos chamarmos irmãos, mesmo que não sejamos filhos da mesma mãe. Verdadeiramente, existe uma fraternidade entre os seres humanos.


Você e eu somos da família de Jesus porque queremos fazer a vontade de Deus, trata-se de uma união espiritual que é mais forte do que os laços de sangue. Neste sentido, lembro-me de afirmações de São Josemaria Escrivá sobre aquelas pessoas que ele atendia na direção espiritual, das quais ele se considerava verdadeiro pai; portanto, as pessoas que eram atendidas por ele eram irmãos. O fundador do Opus Dei costumava dizer que a união entre eles era mais forte do que os laços de sangue, por serem sobrenaturais. Como aquilo que é espiritual não morre nem se acaba, é, certamente, mais forte do que o material, que perece. Vamos valorizar essa bendita fraternidade que há entre nós, católicos, cristãos, filhos de Deus, membros da Igreja: amemo-nos em Cristo, não falemos mal um dos outros, ajudemo-nos mutuamente, sirvamo-nos mutuamente no amor de Cristo.


Pe. Françoá Costa

Instagram: @padrefcosta

2 visualizações0 comentário

Comments


Home

bottom of page